Artrose em Cães – Encontre os Sintomas e Trate!

Artrose em Cães – Encontre os Sintomas e Trate!

Artrose em cães e o desgaste das articulações e diminuição da mobilidade. Saiba qual tratamento apresenta melhores resultados em cães com artrose

A artrose em cães se desenvolve através de um desgaste da cartilagem que cobre o interior das articulações e dos ossos, gerando perda da elasticidade, consequentemente, gerando dor e limitando a mobilidade normal do pet.

A artrose em cães pode ser classificada como uma doença degenerativa das articulações dos pets, causando dor crônica ao animal. Ela é encontrada, na maioria dos casos, em cães idosos, mas também atingindo cães jovens com sobrepeso.

Como podemos identificar os sintomas da artrose em cães?

A etapa inicial do diagnóstico pode ser difícil, principalmente pelo fato dos cães terem a tendência de deslocar o peso de uma articulação afetada para uma saudável, evitando a pressão sobre a primeira. Nesse quadro, a complicação se dá na percepção da dor, inclusive para um profissional da área.

Muitos cães desenvolvem uma manqueira ou outra alteração no apoio de forma intermitente (manter uma pata levantada ou, se machos, urinarem sentados), podendo brincar e correr normalmente em um primeiro momento, dificultando a percepção da doença.

Na medida em que a doença se agrava e deteriora as articulações, o mancar se torna contínuo e, dependendo do grau de degeneração arterial, o cão começará a evitar movimentos e mostrar sintomas de dor mais facilmente.

De qualquer forma, existem alguns aspectos que podemos ficar atentos para detectar com mais assertividade a artrose canina:

Cães com artrose se locomovem mais lentamente, se mostrando resistentes para sair para passear, custando para acompanhar um ritmo mais intenso de caminhada;

Possuem dificuldades para se levantar ou sentar, fazendo esses movimentos bem lentamente, se posicionando de forma pouco usual;

Costumam, quando sentem dor, perder o apetite;

Apresentam sintomas de irritabilidade, agressividade, nervosismo, estresse ou insônia; evitando ser tocado na áreas que estão sendo afetadas pela doença.

Prevenção para cães com artrose!

A prevenção pode ser feita através da:

Alimentação: se alimentar adequadamente, evitando o sobrepeso, é uma medida preventiva importante para não sobrecarregar as articulações. No caso de cães idosos, a complementação da alimentação com condroprotetotes para evitar o desenvolvimento de problemas derivados da falta de nutrientes, perda de musculatura e outros, é indicado.

Exercícios: a realização de exercícios diários de acordo com suas condições físicas é altamente recomendada para a manutenção muscular.

Consulta profissional: as visitas ao veterinário devem ser feitas como controle permanente da saúde do animal. Dessa forma, um plano de controle e planejamento irá ser muito mais fácil de traçar em situações como essa.

Tratamento para cães com artrose!

A artrose é classificada como uma doença que não tem cura efetiva, mas pode ser tratada e combatida em seu processo de deterioração das articulações. O uso de medicamentos e anti-inflamatórios é comum em alguns casos, mas a fisioterapia veterinária é a opção mais rica em métodos e técnicas que irão combater efetivamente a dor e a falta mobilidade articular, principalmente com o uso da laserterapia e esteira aquática.

A Rede Pet Fisio trabalha constantemente no tratamento da artrose em cães, oferecendo as melhores técnicas, profissionais e equipamentos para o seu pet! Quer saber mais? Encontre a unidade Pet Fisio mais próxima de você e marque uma consulta.

Artigos Recomendados