Hérnia em Cachorro – O que fazer?

Hérnia em Cachorro – O que fazer?

Hérnia em cachorro: o que fazer e como escolher o tratamento ideal. Saiba como a fisioterapia veterinária é base importante na recuperação de pets com hérnia de disco

Os melhores métodos de tratamento para hérnia em cachorro estão aqui! Encontre a unidade PET FISIO mais próxima de você e marque uma consulta agora mesmo!

Cães com hérnia de disco costumam apresentar variados sinais clínicos, desde dor até alterações dos reflexos espinhas, atrofias, ataxias, paralisias e outros. Por isso, muitos ficam em dúvida sobre o que é a hérnia em cachorro e o que fazer.

A hérnia de disco pode ser dividida em Hansen Tipo I (quando há extrusão do núcleo pulposo com ruptura do anel fibroso), Hansen Tipo II (quando ocorre protusão do disco) e Hansen Tipo III (trauma concussivo na medula).

A cirurgia, quando necessária, caracteriza apenas a parte inicial da recuperação do pet, que irá necessitar de tratamento posterior para diminuir a dores, ganhar massa muscular e retomar a sua vida normal.

Métodos de tratamento para impedir o avanço da hérnia em cachorro

Os tratamentos conservadores envolvem a utilização de medicamentos como antiinflamatórios e analgésicos, exigindo técnicas complementares para combate aos sintomas mais agudos como dores e incômodos. Assim também ocorre nos tratamentos cirúrgicos, que se caracterizam apenas como a parte inicial do processo de reabilitação do pet.

Por que a fisioterapia veterinária tem grande importância no tratamento de hérnia de disco em pets?

A fisioterapia veterinária tem grande papel na reabilitação de pets com hérnia de disco, pois podem oferecer diferentes métodos e técnicas que irão combater efetivamente as dores, incômodos e outros sintomas sem que seja exigido grande esforço do pet acometido.

A eletroterapia, por exemplo, pode auxiliar na analgesia e controle da inflamação com estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS) e a estimulação elétrica funcional (FES), recuperando a perda de massa muscular causada pela paralisia. A laserterapia também tem importante papel na regeneração nervosa e retorno dos movimentos.

As técnicas e métodos de movimentos e exercícios passivos também ajudam no retorno precoce de movimentos, prevenindo as contraturas e atrofias musculares que podem ocorrer em casos de hérnia de disco em cães.

Os pets que não apresentam mais dores agudas e inflamações também se utilizam das técnicas de fisioterapia com exercícios ativos e ativos assistidos como a hidroterapia, onde se procura reestabelecer o desenvolvimento de coordenação e retorno de massa muscular do pet, incentivando sua superação sem que seja excedida sua capacidade física.

Até em casos de paralisias irreversíveis, a fisioterapia veterinária é essencial para que os pets possam desenvolver, ao menos, o caminhar medular e manter sua independência e saúde.

Quer saber qual o melhor tratamento para hérnia de disco em cães?

Encontre a unidade PET FISIO mais próxima de você e saiba o que fazer em casos de hérnia em cachorro, quais os tratamentos ideais para o seu caso e como podemos resgatar a qualidade de vida do seu pet.

Artigos Recomendados